Mal de Alzheimer: causas, sintomas e medidas de prevenção

Arte quadrada com a imagem de um homem idoso, sentado e com a mão na cabeça tentando lembrar de algo

Está é uma condição neuro-degenerativa mais comum entre pessoas acima de 65 anos. Neste texto, falamos mais sobre a Doença de Alzheimer ou Mal de Alzheimer: causas, sintomas e medidas de prevenção.

O Mal de Alzheimer é uma das doenças da campanha de conscientização do Fevereiro Roxo, mês que alerta também para a prevenção de Fibromialgia e Lúpus, doenças que, juntas com o Alzheimer, atingem mais de 6,2 milhões de pessoas no Brasil.

A doença evolui lentamente e pode resultar em diversos quadros como a inabilidade em manter conversas, desorientação no espaço-tempo, perda da memória, dificuldade para tomar decisões e entre outras.

Entenda mais sobre o Mal de Alzheimer

Não é conhecida a causa do Alzheimer ainda. Sabe-se que algumas lesões cerebrais são características da doença, como deposição de proteínas anormais e redução do número de células nervosas (neurônios) e das ligações (sinapses) entre elas, com redução progressiva do volume cerebral. No mundo, cerca de 35,6 milhões de pessoas são acometidas. E no Brasil, 1,2 milhões sendo sua maioria ainda não diagnosticada.

Os principais sintomas são a perda de memória e comportamento alterado, as perdas de memórias são recorrentes e repetitivas e interferem nas atividades diárias. Com a evolução do quadro, pode acontecer o comprometimento de memórias autobiográficas, como nome de parentes próximos.

Embora não tenha cura, o diagnóstico precoce e o tratamento com medicamentos pode estabilizar ou diminuir a velocidade do quadro. Estima-se que em cerca de 5 anos ou mais, oferecendo mais qualidade de vida ao paciente e aos familiares.

As medidas de prevenção estão ligadas a uma vida com rotina de hábitos saudáveis. É indicado prática regular de atividades físicas, alimentação balanceada e atividade intelectual. A preservação das relações sociais e familiares também traz resultados positivos. Assim como a prevenção de fatores de risco vascular no controle de hipertensão e diabetes. E claro, o baixo consumo de álcool e não-tabagismo.

Caso você se identifique ou tenha alguém na família com algum desses sintomas, ressaltamos que é importante procurar um médico!

Acesse nosso blog e veja outros artigos que trazem dicas de bem-estar e tudo o que você precisa saber sobre um Centro de Infusão.