Fibromialgia: trauma físico ou trauma emocional?

Arte quadrada com fotografia de uma mulher, de costas, com uma mão na lombar e outra na parte posterior do pescoço. Uma ilustração indica vermelhidão e dor nestes locais. Do lado esquerdo, acima, há um laço roxo da campanha "Fevereiro Roxo" e ao lado a chamada "Trauma físico ou trauma emocional: entenda como esse agentes podem desencadear a Fibromialgia. O logo da Creta Centro Avançado de Infusão está no canto inferior esquerdo

Entenda como esse agentes podem desencadear a doença

O Fevereiro Roxo alerta para a prevenção de Fibromialgia, Lúpus, e Mal de Alzheimer, doenças que, juntas, atingem mais de 6,2 milhões de pessoas. Neste post falamos sobre os agentes que desencadeiam a Fibromialgia, doença caracterizada por complicações no aparelho locomotor como articulações, ossos, músculos, cartilagens, tendões e ligamentos. O paciente pode apresentar dores crônicas ou generalizadas e a cada 10 pessoas atingidas pela doença, 7 a 9 são mulheres.

A fibromialgia é uma das grandes síndromes de amplificação dolorosa. Seu início é frequentemente associado a alguns agentes que a desencadeiam como o trauma físico ou emocional. Por conta de um acidente, uma cirurgia ou esforços repetitivos é possível que a doença comece modificações químicas no organismo que acarretam a fibromialgia. Como o “chicote cervical”: o pescoço é jogado para trás provocando um estiramento da coluna cervical, seguido de uma intensa flexão. Cerca de 27% dos pacientes que tiveram essa lesão desenvolvem fibromialgia.

Já o estresse gerado por algum tipo de trauma emocional também podem exercer impacto na vida de uma pessoa predisposta que ela chega ao ponto de iniciar uma crise de fibromialgia. O estresse persistente, cotidiano, às vezes também é suficiente, sobretudo se a pessoa não consegue controla-lo. Nesses casos, um grande fluxo de hormônios é liberado quando se está sob efeito de estresse físico ou emocional. Isso faz piorar esse quadro frágil dos neurotransmissores ligados à dor.

É importante lembrar que esse fato estressante não ocorre obrigatoriamente logo antes de aparecer a dor. Pode ter acontecido no passado e a síndrome se desenvolver anos ou décadas depois caso não seja tratada.

Clique nos links para saber mais sobre terapias infusionais e como funciona nosso Centro de Infusão!