O que é Dermatite Atópica?

dermatite atópica

✅ Uma inflamação que causa diferentes lesões na pele que costumam coçar bastante, a dermatite atópica, também conhecida como eczema atópico surge, na maioria das vezes, em bebês ou crianças até 5 anos, mas pode afetar pessoas de todas as idades.

✅ A dermatite atópica é uma inflamação de origem alérgica e não contagiosa. Os locais mais afetados variam de acordo com a idade, mas costumam ser as dobras dos braços e joelhos. Em bebês, a doença pode se manifestar nas bochechas e junto às orelhas. Em adultos, no pescoço, mãos e pés.

✅ A doença não tem cura, e pode surgir em qualquer pessoa. Frequentemente observada em pessoas que convivem com outras doenças alérgicas, como rinite ou asma, por isso considerada uma forma de alergia na pele, a doença pode se manifestar sem motivos aparentes, em reação a alimentos, poeira, fungos ou suor ou como resposta a momentos de estresse.

✅ Além desses fatores, também observa-se questões genéticas e hereditárias. Por isso, é comum que pessoas com dermatite atópica também tenham pais com algum tipo de alergia.

✅ Os sintomas da dermatite atópica, além de caroços ou placas, também podem envolver inchaço na pele, vermelhidão, coceira, descamação da pele e o surgimento de pequenas bolhas. Essas manifestações podem surgir em períodos de crises da doença e sumir gradualmente. Contudo, quando as lesões não são tratadas ou permanecem por muito tempo na pele, característica da forma crônica da doença, é possível que evoluam para uma forma mais áspera e escurecida, num processo chamado de liquenificação.

✅ O diagnóstico da doença é feito por meio da avaliação de dermatologista, que analisa os sinais e sintomas apresentados pela pessoa. Também é levado em consideração a história clínica da pessoa, ou seja, a frequência com que surgem os sintomas e em que situações aparecem, se em momentos de estresse ou como consequência de rinite alérgica, por exemplo.

✅ O tratamento pode ser feito com o uso de cremes, pomadas e recentemente a Avisa aprovou o uso do dupilumabe, medicamento biológico, que devem ser prescritos pelo dermatologista.

✅ Também vale a pena adotar alguns hábitos que podem diminuir a inflamação em momentos de crise, como usar hidratantes neutros, evitar banhos quentes e muito frequentes (preferindo tomar banho uma vez ao dia) e evitar alimentos que podem potencialmente desencadear ou agravar crises, como camarão, amendoim e leite. Em casos de crise, o dermatologista também pode recomendar antialérgicos feitos para aliviar coceiras e diminuir inflamações mais severas.

Siga a Clínica Creta no Instagram para receber mais novidades!